Agência Fazendária Virtual
.::Serviços::.
|--> EFD
---> IPM
|--> IPVA
---> ITCD
|--> TACIN
`--> UPF/MT


.::Informações::.
---> CNAE


.::Enquete::.
Com qual freqüência você (contribuinte/contador) procura à Agência Fazendária ou USC?
Semanalmente
Quinzenalmente
Mensalmente
Raramente
Resolvo tudo on-line


Resultados
.::Newsletter::.



 
.:: Sefaz/MT - Notícias ::.

Governo adota nova sistemática para pagamentos da folha dos servidores

Técnicos da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) conduzirão, nesta quinta (10.05) e sexta-feira (11.05), treinamento a servidores de órgãos e entidades estaduais sobre a operacionalização da folha de pagamento do funcionalismo público por meio do Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado (Fiplan). O treinamento será conduzido pela equipe da Coordenadoria de Planejamento Contábil (CPCO), das 13h30 às 18h30, na Escola Fazendária, em Cuiabá.

Por determinação do Governador Silval Barbosa, o processo de pagamento da folha de pessoal da administração pública do Poder Executivo de Mato Grosso está passando por uma revolução. A partir de junho de 2012, a folha de pagamento será processada e transmitida à unidade bancária exclusivamente por meio do Fiplan. As mudanças irão trazer mais segurança contábil e integridade ao processo. A medida, proposta a partir dos trabalhos desenvolvidos pela Auditoria Geral do Estado (AGE) no setor, promove uma mudança na sistemática que vinha sendo adotada há mais de 15 anos.

Com a edição dos Decretos 958/2012 e 1.047/2012, o Governo de Mato Grosso determinou a extinção dos pagamentos feitos por ofícios e estabeleceu a obrigatoriedade de que todas as execuções de despesas passem a ocorrer unicamente por meio do Fiplan. Essa disposição demandou a necessidade de revisão da forma de realização da quitação dos débitos com o funcionalismo, tendo em vista que eles ocorriam de maneira diferenciada, a partir do Sistema de Administração de Pessoal (Seap) da Secretaria de Estado de Administração (SAD).

Segundo o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Edmilson José dos Santos, para que a quitação da folha ocorresse através do Fiplan, foi necessário criar dentro do próprio sistema um novo documento, chamado de Ordem Bancária da Folha (OBF), o qual é responsável por conciliar os valores relativos à remuneração de todos os servidores de uma mesma Unidade Orçamentária do Poder Executivo com os lançamentos de cada elemento contábil relacionado a eles no sistema (uma exigência do próprio Fiplan). ¿Tal cruzamento de dados viabiliza não só o pagamento, como também assegura a fidedignidade das informações¿, ressaltou o secretário.

O superintendente de Gestão da Contabilidade do Estado, Luiz Marcos de Lima, explica que caso haja divergências nos arquivos ou o orçamento da pasta não seja suficiente para efetuar determinado pagamento (por servidor e/ou elemento de despesa), o pagamento de todos os servidores do órgão em questão não será autorizado ao banco. Para garantir a estabilidade e segurança da nova sistemática de pagamento, a folha relativa ao mês de maio de 2012 será transmitida no Seap e no Fiplan, em fase de transição.

MONITORAMENTO

Os trabalhos estão sendo conduzidos por uma força-tarefa, constituída por técnicos da SAD, da Sefaz e do Centro de Processamento de Dados do Estado de Mato Grosso (Cepromat). Todo o processo tem sido acompanhado pela AGE, por meio das Superintendências de Auditoria em Tecnologia da Informação e Auditoria em Pessoal, Previdência e Serviços Terceirizados.

Segundo o secretário auditor geral do Estado, José Alves Pereira Filho, por determinação do Governador Silval Barbosa, a AGE fará o monitoramento permanente de todos os pagamentos realizados pelos órgãos e pelas entidades. ¿O trabalho está sendo viabilizado pela implantação, em nosso órgão, de uma unidade nos moldes do Observatório da Despesa Pública, da Controladoria Geral da União¿, esclareceu. Conforme explicou, o setor opera por meio da junção de tecnologias de ponta e pessoal técnico qualificado, realizando o cruzamento de dados dos diversos sistemas informatizados da administração estadual.

MAIS SEGURANÇA

Conforme esclarece o auditor do Estado em Tecnologia da Informação, Anderson Escobar, a nova sistemática de funcionamento garantirá mais confiabilidade no pagamento dos servidores públicos e reduzirá drasticamente as possibilidades de inconsistências no processo. ¿Com o novo modelo, toda a comunicação entre os sistemas Seap e Fiplan passará a ser eletrônica, sem interferência humana, e isso garantirá mais segurança quanto à integridade do arquivo remetido ao banco¿, destacou.

Pelo antigo modelo, a SAD enviava à Sefaz um arquivo digital contendo a relação fechada dos servidores e demais despesas com pessoal referente a determinado mês que, por sua vez, o encaminhava ao Banco do Brasil, juntamente com um documento autorizando o saque dos valores correspondentes da conta corrente do Governo de Mato Grosso. À contabilidade da Sefaz cabia o trabalho de adequação do processo ao Fiplan, de forma posterior à quitação.

Quando algum pagamento não era realizado pela entidade financeira m virtude de algum problema ocorrido, como erro ou ausência no número da conta do servidor, por exemplo, o banco comunicava o fato à Secretaria de Fazenda, que informava o ocorrido aos técnicos da SAD. Estes então providenciavam a emissão de uma folha complementar. No modelo em implantação, esse processo será automatizado e não chegará a ter a interferência humana. Tudo ocorrerá via os próprios sistemas do Estado.

A incorporação da folha ao Fiplan, conforme destaca a superintendente de auditoria em Pessoal, Previdência e Serviços Terceirizados, Mônica Acendino, traz o cumprimento dos estágios das despesas e, consequentemente, a efetiva segregação de funções para esses processos.

¿Além de atender a uma exigência legal, a segregação de função também possibilita a redução das chances de ocorrência de inconsistências, na medida em que as três fases do processo de despesa passam a ser realizadas por pessoas distintas, sendo que o pagamento será realizado somente após o devido registro do empenho e da liquidação no Sistema Fiplan¿, destaca a auditora. Conforme salienta, o processo fortalece o controle administrativo do pagamento do funcionalismo público estadual.

REFERÊNCIA

Idealizado em 2003, desenvolvido de 2004 a 2006 e implantado em 2007 pela Sefaz-MT, pela Secretaria de Planejamento (Seplan) e pelo Cepromat, o Fiplan integrou, em uma única ferramenta, via internet, os sistemas antes utilizados para gerir o planejamento, a execução orçamentária, a prestação de contas do Estado, a receita pública, entre outros sistemas corporativos.

O novo modelo de processamento da folha salarial dos servidores integra fase de aprimoramento do Fiplan. Nessa etapa, o Fiplan passará a contemplar outros sistemas, como o módulo de custos e o sistema de dívida pública. Em janeiro, o sistema de aquisição de bens permanentes, de consumo e de serviços (SIAG/SIAG-C) já passou a integrar a ferramenta.

O Fiplan foi recomendado aos estados pelo Ministério do Planejamento e pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, em dezembro de 2011, por ser o mais adequado às novas regras internacionais de contabilidade pública. No início de 2013, estados e Distrito Federal deverão, obrigatoriamente, estar ajustados a essas novas rotinas. Enquanto que municípios somente em 2014.

A recomendação é que o Fiplan substitua o Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem). O Termo de Cooperação Técnica entre o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e o Cepromat para migração do software foi firmado no mês de março.

Roraima e Bahia já utilizam a ferramenta. Outros dois estados, Maranhão e Rondônia, já firmaram convênio com Mato Grosso e estão em fase de implantação do sistema. Outras unidades da Federação já demonstraram interesse em adotar o Fiplan, como Acre, Piauí, Pará, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Rio de Janeiro, Alagoas e Minas Gerais.
 
Versão para impressão!   Enviar Notícia!
Enviada por: Zequias Nobre e Ligiani Silveira - Assessorias da AGE e Sefaz-MT em 09/05/2012 16:38:58
E-mail: Ouvidoria
Sábado, 20 de dezembro de 2014  



.::Galeria::.
Parceria TJ e Sefaz
[+] Outras galerias







Login FIPLAN


Licitação Profisco




















Serviços INDEA











Fale conosco


Agência Fazendária Virtual


Carta de Serviços ao Cidadão


Sistema de Informações Gerenciais do Governo de MT





Atendimento Tributário






 
Av. Rubens de Mendonça nº. 3415 - Centro Político Administrativo
Cep. 78050-903 - Cuiabá-MT Fone: (65) 3617-2900
© Copyright 2004. SEFAZ-MT - Todos os direitos reservados